Red Purple Black
Policia

Delegado Regional de Xanxerê Aden Claus assume a Diretoria de Fronteira

Policia

Última atualização em Ter, 13 de Janeiro de 2015 09:36 Seg, 12 de Janeiro de 2015 12:24

AddThis Social Bookmark Button

O delegado Regional de Xanxerê Aden Claus Ceber Pereira assumiu a Diretoria de Fronteira (Difron), no lugar da delegada Tatiana Klein Samuel. A apresentação foi em Chapecó, na última sexta-feira (9).  Tatiana assumiu a Diretoria de Integração, dentro da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina. O delegado Ricardo Marcelo Casarolli está agora à frente da 16ª DRP de Xanxerê.

Aden Claus foi Delegado Regional de Xanxerê durante quatro anos e garante que a prioridade em seu novo cargo será a investigação, com o combate ao tráfico e contrabando. Segundo ele, será realizado também um trabalho para diminuir o número homicídios, apesar do efetivo bastante reduzido.

 

Relação completa da nova cúpula da Polícia Civil SC:

Delegado Geral da Polícia Civil - Artur Nitz

Delegado Geral Adjunto - Marcos Flávio Ghizoni Júnior

Diretor de Polícia do  Litoral - José Celso Correa

Diretor de Polícia do Interior - Antônio Carlos Pereira

Diretor de Polícia da Grande Florianópolis - Juarez de Souza Medeiros

 

Diretor de Polícia de Fronteira - Aden Claus Ceber Pereira

Diretor da DEIC - Laurito Akira Sato

Diretor de Inteligência da Polícia Civil - Antônio Alexandre Kale

Corregedor Geral da Polícia Civil – Sandra Mara Pereira

Diretor da Academia da Polícia Civil - Vitor Bianco Junior

 

1.ª DRP de São José- Fabiano Ribeiro da Rocha

2. ª DRP de Joinville- Dirceu Augusto Silveira Júnior

3.ª DRP de Blumenau- Rodrigo Emanuel Marchetti

4.ª DRP de Itajaí- Mauricio Pretto

5.ª DRP de Tubarão - Andre Luiz Bermudes Pereira

6.ª DRP de Criciúma - Jorge Luiz Koch

7.ª DRP de Rio do Sul- Daniel Sclifo Zucon

8.ª DRP de Lages - Luciana Rodermel

9.ª DRP de Mafra - Rafaello Ross

10.ª DRP de Caçador - Fabiano Locatelli

11.ª DRP de Joaçaba - Daniel Sá Fortes Regis

12.ª DRP de Chapecó- Ronaldo Neckel Moretto

13.ª DRP de São Miguel do Oeste - Henrique Gonçalves Muxfeldt

14.ª DRP de Concórdia - Marcelo Sampaio Nogueira

15.ª DRP de Jaraguá do Sul - Uriel Ribeiro

16.ª DRP de Xanxerê - Ricardo Marcelo Casarolli

17.ª DRP de Brusque - Francisco Ari Plantes dos Anjos

18.ª DRP de Laguna - Jose David Machado

19.ª DRP de Araranguá - Ari Jose Soto Riva

20.ª DRP de Ituporanga - Edson Antunes Jacques

21.ª DRP de São Bento do Sul- Rubens Almeida Passos de Freitas

22.ª DRP de Canoinhas - Wagner Valdivino Meirelles

23.ª DRP de Porto União - Nilson Luis de Oliveira Cezar

24.ª DRP de Curitibanos- Roxane Favero Pereira

25.ª DRP de Videira- Ighor Siqueira de Araújo

26.ª DRP de Campos Novos- Thiago Fernando dos Santos Reis

27.ª DRP de São Joaquim - José Carlos Garcia

28.ª DRP de São Lourenço do Oeste - Carlos Augusto de Andrade Morbini

29.ª DRP de Balneário Camboriú- Magali Nunes Ignácio

30.ª DRP de Palhoça- Beatriz Ribas Dias dos Reis

 

Foto: Tudo Sobre Chapecó 

Fonte: Polícia Civil SC

 

Acidente entre dois caminhões causa uma morte em Iporã do Oeste

Policia

Última atualização em Seg, 12 de Janeiro de 2015 12:33 Seg, 05 de Janeiro de 2015 19:00

AddThis Social Bookmark Button

Um grave acidente de trânsito, registrado no início da madrugada desta segunda-feira (5), deixou uma vítima fatal, na Rodovia SC-163 em Iporã do Oeste.

Segundo informações prestadas pela Polícia Militar Rodoviária e pelo Corpo de Bombeiros de Iporã do Oeste, que atenderam a ocorrência, o fato aconteceu por volta da 1h, na comunidade de Linha Aparecida, interior do município.

Foi uma colisão lateral envolvendo o caminhão Ford/Cargo de placas MIK-7697 do município de Itapiranga, que era conduzido por Afonso Welter de 52 anos, e o caminhão Mercedes Benz/Atego, placas MEY-2357 do município de Iporã do Oeste, conduzido por Gilmar Cavalheiro.

O veículo de Itapiranga transportava aproximadamente 100 suínos vivos, sendo que o caminhão de Iporã do Oeste transportava leite. Após o choque, os dois caminhões incendiaram e foram completamente destruídos pelo fogo.

O motorista do Ford Cargo de Itapiranga, Afonso Welter, de 52 anos, ficou preso às ferragens e morreu carbonizado.

Já o condutor do caminhão de Iporã do Oeste, foi conduzido ao Hospital, em estado de choque, mas não sofreu ferimentos.

Conforme os Bombeiros de Iporã do Oeste, a maioria dos animais que estavam no caminhão, também morreram carbonizados. As causas do acidente serão investigadas pela polícia.

Foto: Karine Schneiders

Fonte: Rádio Porto Feliz

 

 
 

Acidente causa a morte de um homem em Irani

Policia

Última atualização em Seg, 05 de Janeiro de 2015 18:33 Sex, 02 de Janeiro de 2015 14:06

AddThis Social Bookmark Button

Um homem de 54 anos morreu após um acidente de trânsito no km 20 da BR-153, em Irani, nesta sexta-feira (2). Foi uma colisão  entre um Ford Ecosport, com placas de Concórdia, e um VW Gol com placas de Salto Veloso. O condutor do Gol, identificado como Sebastião Pereira, morreu na hora.

Os Bombeiros Voluntários de Irani foram acionados para atender a ocorrência por volta das 10h40. Com o impacto da batida, o Gol foi parar fora da pista e os ocupantes precisaram ser desencarcerados pelos Bombeiros. Além do condutor do veículo, também estava no Gol a esposa da vítima que sofreu ferimentos na cabeça. O condutor da Ecosport, de 37 anos relatava dores no tórax. As duas vítimas foram encaminhadas ao Pronto Atendimento de Emergência da cidade de Irani.

A Polícia Rodoviária Federal esteve no local e vai emitir um laudo apontando as causas do acidente.

Foto: Bombeiros Voluntários de Irani

Fonte: RedeCom

 
 

Morre segunda vítima de acidente com argentinos na BR-282 em Chapecó

Policia

Última atualização em Seg, 05 de Janeiro de 2015 18:29 Sex, 02 de Janeiro de 2015 13:56

AddThis Social Bookmark Button

Morreu no início da manhã desta sexta-feira (2) a segunda vítima do grave acidente registrado na BR-282 na quinta-feira (1º), quando cinco argentinos que haviam se acidentado foram atropelados. Victoria Rocio Pereyra, de cinco anos, morreu devido a múltiplas fraturas pelo corpo e traumatismo craniano. No acidente também morreu Gabriela Fernanda Rodriguez Macena, de 39 anos.

O acidente

Os cinco argentinos foram atropelados por um automóvel Corolla em Chapecó, no Oeste catarinense, na tarde de quinta-feira (1º), depois de terem se acidentado anteriormente e aguardavam no acostamento quando foram atingidos pelo veículo.

Por volta de 12h20, no km 542,8 da BR-282, um carro Sandero com placas de Missiones, na Argentina, aquaplanou e saiu de pista. O veículo caiu em um barranco. O automóvel era conduzido por um homem de 38 anos e havia outros quatro passageiros, sendo uma menina de cinco anos, uma idosa de 66, um adolescente de 14 anos e uma mulher de 39. Todos saíram ilesos do primeiro acidente, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Porém, em seguida, os cinco estavam aguardando ajuda no acostamento da rodovia quando, 20 minutos depois, um Corolla com placas de Cunha Porã, Oeste catarinense, também aquaplanou e acabou atropelando o grupo, informou a PRF. Gabriela Fernanda Rodriguez Macena, moradora de Missiones, morreu. Os demais, exceto o adolescente, que teve lesões leves, ficaram gravemente feridos.

Os quatro sobreviventes foram encaminhados ao Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, onde a menina acabou morrendo. O motorista do Corolla, um homem de 39 anos, e outros dois passageiros que estavam no carro não ficaram feridos. Segundo a PRF, o condutor parou para prestar socorro.

Foto: PRF SC

G1SC

 
 

Santa Catarina conta com Delegacia de Polícia de Pessoas Desaparecidas

Policia

Sex, 02 de Janeiro de 2015 13:36

AddThis Social Bookmark Button

Santa Catarina conta com a Delegacia de Polícia de Pessoas Desaparecidas (DPPD). Esta é a 3ª unidade de desaparecidos da Polícia Civil no país. A estrutura atende todo o Estado e também pode atuar na possível identificação de cadáveres, para evitar o sepultamento de indigentes.

O primeiro atendimento é feito na delegacia local, ou seja, na cidade onde a pessoa desapareceu. “No momento que a pessoa registra a ocorrência na cidade mais próxima do acontecido, na mesma hora somos informados e tomamos as devidas providências”, explicou o delegado titular da Delegacia, Wanderley Redondo.

De acordo com o delegado, desde 2002 foram registrados em Santa Catarina, 18,3 mil desaparecimentos. Destes, mais de 13 mil pessoas retornaram aos seus lares, só que muitos destes casos não fizeram um novo Boletim de Ocorrência registrando o reaparecimento da pessoa. “Estamos checando todos os casos de desaparecimento.”

Para amenizar o número de ocorrências em aberto sobre desaparecimentos, a unidade especializada faz a gestão de um mecanismo de alerta, implantado no atual sistema de informações usado pelos órgãos de Segurança de Santa Catarina: o Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP), e acessível a todos os policiais.

“Assim, toda vez que uma pessoa que possua registro de desaparecimento e for identificada numa unidade policial, o sistema emitirá um alerta para todos os órgãos de segurança, para que o registro de reaparecimento seja feito”, informou Redondo.

A Delegacia de Desaparecidos funciona em São José, na Grande Florianópolis, no mesmo prédio que está a Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso. 

O endereço é Rua Adhemar da Silva, 1135 – Bairro Kobrasol. O telefone de contato é o (48) 3665-5595.

Fonte: Secom SC

 

 
 

Secretaria da Segurança Pública investiu em reposição de efetivos e novos equipamentos

Policia

Última atualização em Ter, 30 de Dezembro de 2014 20:06 Dom, 28 de Dezembro de 2014 16:07

AddThis Social Bookmark Button

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) concluiu seu balanço com as ações feitas em 2014. Este ano, a pasta recebeu investimentos da ordem de R$  2.235.585.866,05 - recursos usados em manutenção dos serviços públicos em segurança, aquisição de equipamentos de proteção individual e ampliação do sistema de vigilância eletrônica. Neste total, também está incluído o pagamento da folha de pagamento dos servidores da Segurança Pública.

“Esses investimentos garantiram uma maior integração e interligação das instituições vinculadas à Segurança Pública, com destaque para Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar", ressalta o secretário César Augusto Grubba.

Ele também destaca a parceria como Governo Federal, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), que garantiu investimentos de R$ 34 milhões com o Enafron (Estratégia Nacional de Fronteiras).

O Enafron é um programa para o fortalecimento da presença estatal na área de fronteira e o desenvolvimento de projetos. A proposta vem  evitar o tráfico ilícito de entorpecentes, o tráfico internacional de armas de fogo, munições e explosivos, o contrabando e a pirataria, a evasão de divisas, a exportação ilegal de veículos, os crimes ambientais, a imigração ilegal de estrangeiros pela fronteira seca do Brasil e o tráfico de pessoas.

Os convênios federais em andamento no Estado somam R$ 59.539.638,47. Os objetos adquiridos por esses recursos são variados e destinados a diversos pontos do Estado. Recentemente, a Secretaria de Estado da Fazenda citou a SSP como líder no número de contratos firmados por meio convênios com o Governo Federal.

O “Pacto por Santa Catarina”, financiado pelo BNDES, também se tornou um destaque no balanço 2014. Com esse projeto foram adquiridos e entregues em 2013, 1.260 viaturas, e este ano mais 340 veículos para SSP, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Instituto Geral de Perícias.

Também foram investidos R$ 27 milhões para as novas construções, ampliações, reformas e manutenções de instalações físicas para a segurança.

Entre as obras concluídas e outras, que estão em fase final, destaque para o prédio da sede administrativa da SSP, em Florianópolis, as Unidades Integradas da SSP nos municípios de Palmeira, Quilombo e Sombrio, a construção da Sede da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), as Delegacias de Polícia nos municípios de Lages, Camboriú e Guaramirim; a construções dos quartéis da Polícia Militar nos municípios de Cocal do Sul, Faxinal dos Guedes, Camboriú e Três Barras.

O Corpo de Bombeiros Militar recebeu o maior investimento da sua história nos últimos 30 anos. Foram aplicados cerca de R$ 32,5 milhões na aquisição de equipamentos como caminhões de combate a incêndio, caminhonetes 4x4 e viaturas administrativas, que foram distribuídas para quartéis de todas as regiões de SC.

O governo do Estado em 2014 fez à estruturação do Programa Bem-Te-Vi de Segurança por Videomonitoramento, totalizando 67 centrais instaladas. São mais de 56 cidades que já contam com o novo sistema. O programa prevê a segurança e a vigilância sistemática dos espaços públicos, agregando tecnologia eficaz na prevenção criminal, repressão e investigação de delitos, com parceria municipal.

No eixo efetivo foram formados e nomeados 976 novos soldados da Polícia Militar que atuarão em todo o Estado e 59 novos escrivães de Polícia Civil. Também em 2014 foram autorizados e lançados três editais de concursos importantes: concurso de 500 novos soldados PM; para 406 novos policiais civis, sendo 66 delegados e 340 agentes; e para contratação de 153 novos auxiliares no IGP, sendo que essas vagas serão nomeadas em 2015, após a realização dos respectivos cursos de formação.

Projeção para os próximos anos

Para os próximos quatro anos, o secretário César Augusto Grubba pretende dar continuidade aos projetos iniciados em 2011. “Nós já temos um plano de gestão em curso e vamos dar prosseguimento”, diz Grubba. 

Serão mantidos os mesmos eixos estruturantes, com ênfase nas seguintes áreas:

- recompletamento dos efetivos, com novos editais de concursos e inclusão permanente nas corporações;

- execução e conclusão das obras do Pacto por SC da Segurança Pública, por todas as regiões do Estado;

- transferência da SSP para a sede própria adquirida na Capital do Estado;

- continuidade ao plano de manejo para veículos inservíveis e carcaças acumuladas dos pátios de apreensão da SSP;

- intensificação e fortalecimento ao trabalho das comissões de leilão de veículos da SSP;

- continuar as aquisições de equipamentos, armamentos, kits de proteção e tecnologias embarcadas para as polícias, bombeiros e IGP;

- expandir os sistemas de videomonitoramento urbano pelo maior número possível de municípios em SC, em parceria com as prefeituras;

- estruturar e fortalecer o trabalho integrado das agências de inteligência ligadas às atividades da segurança pública, mantendo ação firme e permanente de acompanhamento e monitoramento de facções criminosas e crime organizado;

- preservar a curva descendente de redução das taxas de homicídios no Estado;

- enfrentar e reduzir também a incidência nos crimes contra o patrimônio, sobretudo roubos e furtos.

Fonte: Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP)

 

 
 

Página 4 de 296

Próximos eventos

No current events.

Colunistas

     

 

Dólar/Euro